Services

0
Proposta passou em primeiro turno com 61 votos (André Dusek/Estadão Conteúdo)
O Senado aprovou nesta terça-feira o texto-base da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que limita o crescimento dos gastos públicos por 20 anos, pelo placar de 61 votos contra 14.

Os senadores também rejeitaram todos os destaques que poderiam alterar o texto já aprovado pela Câmara, incluindo um pedido para que a proposta passasse por um referendo popular antes de entrar em vigor.

A PEC passou em um dia marcado por protestos contra a medida que levaram a confronto entre manifestantes e a polícia e à depredação de vários prédios na Esplanada dos Ministérios, além da destruição de carros que estavam próximos ao local.

Considerada crucial pelo governo do presidente Michel Temer para reverter a trajetória de deterioração das contas públicas, a PEC foi chancelada em dois turnos na Câmara dos Deputados e precisa passar por trâmite semelhante no Senado, com o aval de pelo menos 49 dos 81 senadores.

A votação em segundo turno na Casa deve ocorrer entre os dias 12 e 13 de dezembro.



FONTE - VEJA (Com Reuters)

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário. Não publicamos neste blog comentários com palavras de baixo calão, denúncias levianas e troca de ofensas entre leitores.