Services

0
Mais um capítulo da interminável novela que envolve os poderes Legislativo e Executivo de Catolé do Rocha veio à tona na manhã desta sexta-feira (18 de novembro). Servidores municipais acorrentaram a porta principal de acesso a sede da prefeitura, cortaram o serviço de internet, e acamparam na frente do paço municipal.

De acordo com os próprios servidores, o protesto é contra a decisão dos vereadores da oposição que votaram contra o pedido de crédito suplementar feito pelo executivo, que vem ocasionando uma pendenga interminável.

O protesto vem de encontro com o dia do repasse do duodécimo da Câmara Municipal, que deveria ser feito nesta sexta-feira, mas diante da interdição do acesso aos serviços do Poder Executivo Municipal, o repasse não será feito.

Servidores alegam o descaso dos vereadores da oposição com os servidores municipais, com os servidores e a população em geral.

“Nosso município vive atualmente um momento atípico, já que ao contrário de outras cidades, a Prefeitura de Catolé do Rocha tem dinheiro sobrando nas contas bancárias, e o que falta é dotação para esses recursos, e devido a essas querelas entre vereadores oposicionistas e o prefeito, o pedido de suplementação foi negado, numa falta de respeito e compromisso com o povo de nossa cidade”, desabafou um dos servidores.






FONTE - PORTAL CATOLÉ NEWS

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário. Não publicamos neste blog comentários com palavras de baixo calão, denúncias levianas e troca de ofensas entre leitores.