Services

0
O presidente do Senado, (PMDB-AL) (Evaristo Sá/AFP)
O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), afirmou nesta quinta-feira que decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) “é para cumprir”. A declaração foi feita dois dias depois de Renan, com aval da Mesa Diretora do Senado, desafiar a decisão liminar do ministro Marco Aurélio Mello que determinava o afastamento dele da presidência da Casa.

“A decisão do Supremo fala por si só. Não dá para comentar decisão judicial. Decisão do STF é para cumprir”, disse o senador, referindo-se à decisão do plenário da Suprema Corte, desta terça-feira, de mantê-lo no cargo.

Nesta terça, após um acordo costurado entre o Senado e o Supremo, os ministros entenderam que Renan pode permanecer no comando da Casa, contanto que não assuma a presidência da República na ausência de Michel Temer, pois é o segundo na linha sucessória.



FONTE - VEJA

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário. Não publicamos neste blog comentários com palavras de baixo calão, denúncias levianas e troca de ofensas entre leitores.