Services

0
Mesmo diante de um cenário econômico desanimador, este ano os Poderes e órgãos que integram a Administração Pública não economizaram no pagamento de diárias e chegaram a ‘torrar’ R$ 12,9 milhões somente com esse elemento de despesa.

As informações constam no Portal da Transparência Pública do Estado e são relativas ao período de janeiro até esta quarta-feira (14). O maior volume de recursos destinado para pagamento de diária foi desembolsado pelo Poder Executivo, com cerca de R$ 7 milhões. Dentre os órgãos que compõem o Governo do Estado, o Departamento de Estradas e Rodagens (DER) foi responsável pela maior cifra: R$ 1.158.625.

A Assembleia Legislativa foi o Poder que apresentou o menor gasto, com um total de R$ 60.940. A economia ocorre após o presidente da Casa, Adriano Galdino (PSB) suspender o pagamento de diárias aos parlamentares, como forma de economizar e enfrentar a crise financeira deste ano.

Ao contrário da Assembleia, o Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB) não quis saber de economia e aumentou em 7% os gastos com diárias, em comparação com igual período do ano passado. Enquanto em 2015 o Poder Judiciário pagou R$ 2.101.480 em diárias, este ano o gasto alcançou R$ 2.265.152. Somente a magistrados o TJPB pagou R$ 873.873 em diárias na Paraíba, já aos servidores, foi pago um total de R$ 1.220.886 relativo a diárias no Estado.

Também com o pagamento de diárias, o Tribunal de Contas do Estado (TCE) gastou R$ 885.850, enquanto a Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) apresentou um gasto de R$ 867.825. A despesa do Ministério Público da Paraíba (MPPB) com diárias atingiu R$ 693.862, já a Defensoria Pública precisou pagar R$ 337.890.




FONTE - MaisPB

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário. Não publicamos neste blog comentários com palavras de baixo calão, denúncias levianas e troca de ofensas entre leitores.