Services

0
Grupo explodiu as três instituições ao mesmo tempo, em Alagoa Grande (Foto: Volney Andrade/TV Paraíba)
Dois homens foram presos entre a manhã e o início da tarde desta quinta-feira (8), suspeitos de participação nos ataques a bancos e agência dos Correios no município de Alagoa Grande, no Brejo paraibano, durante a madrugada. Na ação, uma agência bancária e uma dos Correios foram explodidas e um banco foi arrombado.

Polícia apreendeu material usado nos crimes
(Foto: Sinval Albuquerque/Polícia Militar)

As prisões foram feitas pela Polícia Militar no sítio Cachoeira de Pedra D’Água, em Massaranduba. No local, foi encontrado todo o material usado nas explosões. Segundo o tenente Agra, do Grupo de Ações Táticas Especiais Militares (Gate), foram encontrados um fuzil, uma sacola de dinheiro, uma grande quantidade de explosivos e vários coletes à prova de balas. Pela quantidade de coletes, a polícia acredita que a quadrilha seja formada por pelo menos 15 pessoas.

Os dois suspeitos, de 30 e 40 anos, foram levados para a sede da Polícia Federal em Campina Grande, que vai dar continuidade às investigações. A polícia ainda vai investigar se os moradores do sítio onde aconteceu a prisão eram reféns ou se estavam dando cobertura à ação.

De acordo com as informações divulgadas pelo Centro Integrado de Operações da Polícia Militar (Ciop), os ataques ocorreram por volta das 3h30 (horário local). O grupo teria chegado à cidade em dois veículos, sendo um de cor preta e outro branco. Segundo a Polícia Militar, foram explodidos caixas eletrônicos do Banco do Brasil e Banco Bradesco da cidade, além do cofre da agência dos Correios.

O grupo chegou a atirar para o alto, intimidando moradores e espalhou grampos pelas ruas na fuga. Segundo o Ciop, nas primeiras horas da manhã desta quinta-feira, dois veículos foram encontrados queimados no sítio Cachoeira do Gama, na zona rural de Massaranduba. Os carros têm as mesmas características dos que foram utilizados pela quadrilha, nas explosões em Alagoa Grande.

A Polícia Militar disse acreditar que os autores das explosões conseguiram levar dinheiro dos três estabelecimentos, mas esta informação só pode ser confirmada após a realização de uma perícia.



FONTE - G1 PB

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário. Não publicamos neste blog comentários com palavras de baixo calão, denúncias levianas e troca de ofensas entre leitores.